maker revolucao chris anderson

“O Movimento Maker é uma extensão da cultura Faça-Você-Mesmo ou, em inglês, Do-It-Yourself (ou simplesmente DIY). Esta cultura moderna tem em sua base a idéia de que pessoas comuns podem construir, consertar, modificar e fabricar os mais diversos tipos de objetos e projetos com suas próprias mãos.” Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Movimento_Maker

Muito mais do que uma “brincadeira”, o Maker é uma das melhores maneiras de aprender para TODAS AS IDADES. Dar a oportunidade para crianças e jovens participarem do Movimento Maker é obrigação de qualquer educador, professor, pai ou mãe.

O Movimento Maker tem como valores o compartilhamento de conhecimento, buscar autonomia e criar suas próprias soluções.

Este vídeo é bem didático para conhecer o Movimento Maker.

Heloisa Neves resolveu viver intensamente o mundo há três anos, quando cursou e se graduou pelo Fab Academy em Barcelona (curso oficial da rede Fab Lab), colaborou também por um tempo com o Fab Lab Sevilla, e desde aí vem trabalhando no universo Fab Lab, em projetos colaborativos e auxiliando na implementação da rede e de alguns laboratórios no Brasil, atuando como conectora entre o movimento nacional e internacional. Atualmente é Diretora Executiva da Associação Fab Lab Brasil, co-criadora do Web Fab (empresa dedicada a entender as metodologias makers e aplicá-las ao contexto educacional e da inovação).

Movimento Maker para Educação

A técnica do Faça Você Mesmo já é aplicada nos Estados Unidos e vem estimulando os alunos a colocarem mais a mão na massa, resolvendo problemas de forma criativa em sala de aula e levando esse aprendizado para o dia-a-dia. No estúdio, Juliana Godinho Ragusa Marcicano, educadora do projeto Fab Educação; Charles Esteves Lima, professor de Robótica do Colégio Israelita Brasileiro A. Liessin; e, pela internet, Tatiana Klix, jornalista do PORVIR, discutem como o Movimento Maker pode melhorar também a educação brasileira. | Conexão Futura, 10 de setembro de 2014. Apresentação: Larissa Werneck.

Vejam algumas imagens do Google Images.

maker google images

Makerspaces e FabLabs

Os espaços onde os makers se encontram para colocar em prática suas ideias e para acessarem equipamentos compartilhados são chamados de MAKERSPACES.

“Fab Lab iniciou há 10 anos, quando Neil Gershenfeld, professor do MIT e diretor do Centre of Bits and Atoms, começou a lecionar o curso “How To Make (almost) Everything” [Como fazer quase de tudo, em tradução livre]. A princípio as aulas eram direcionadas apenas para um pequeno grupo de alunos, mas, para a surpresa de Neil, centenas deles apareceram.

O professor, então, percebeu que a maior motivação dessas pessoas eraproduzir aquilo que elas sempre sonharam, mas que nunca existiu. O prazer estava em fabricar as coisas com as suas próprias mãos, em criar com o coração. Não por menos, universidades, instituições e pessoas do mundo inteiro se identificaram com a causa e assim nasceu a rede Fab Lab.”
Fonte: https://fablabfloripa.wordpress.com/2013/11/28/afinal-de-contas-o-que-e-um-fab-lab/

O Engenho Maker é um makerspace localizado ao lado do Instituto de Engenharia Dante Pazzanese em São Paulo e é um lugar excelente para conhecer. Além do espaço maker tem um amplo estacionamento e muitas árvores.

http://www.engenhomaker.com.br

engenho maker home

Veja mais conteúdo sobre o Movimento Maker no Pinterest da Konfide Geeks.

https://br.pinterest.com/konfidegeeks/maker/

Referências.

http://projetodraft.com/saiba-como-funcionam-os-laboratorios-de-inovacao-fab-labs-espalhados-pelo-brasil-e-como-voce-pode-usa-los/

http://forum.fazedores.com/t/diferencas-entre-hackerspaces-x-makerspaces/2808